Thandarr o Bárbaro

Boa noite caros amigos!

Hoje quebrarei, por exceção, a regra que auto me impus de não mais falar sobre o personagem, e ao invés disso postar um link para um site que explique melhor, de modo a me deter mais tempo falando sobre a figura de ação.

Ocorre que falar sobre o Thundarr é falar sobre a minha infância, coisa que adoro fazer, já que a nostalgia está no meu sangue. Por isso, peço trilhões de desculpas pelas chatices que vocês irão ler (ou não), mas isso é algo que não vou me furtar a fazer.

De certo muitos de vocês não eram nascidos na época em que esta pérola dos desenhos animados da Hanna Barbera apareceu pela primeira vez.

Estávamos na metade dos anos oitenta quando este desenho foi exibido pela primeira vez no finado “Clube do Balão Mágico”, levado ao ar pela Rede Globo.

Na época, algum mal-estar entre os telespectadores surgiu por conta de o personagem, possuir uma espada mágica – a espada do sol, que muito se assemelhava a um sabre-de-luz dos Jedis de Star Wars (um grande sucesso da época) e de ele parecer, fisicamente, bastante com a outra coqueluche do momento, o He-man.

Essas similitudes fizeram com que muitos telespectadores mirins, logo de cara, perdessem o interesse pelo herói. Justiça seja feita, apesar da espada e do cabelo do personagem, as semelhanças acabavam por aí. Thundarr não tinha jeito de herói; ele foi concebido como um bárbaro, um guerreiro, sem paciência para conversa e com muita disposição para distribuir tapas e ponta-pés. Apesar de ter energia de sobra para brigar, faltava a ele cérebro e força bruta para enfrentar alguns desafios. Essa era a deixa esperada para que os coadjuvantes aparecessem:são eles OoKla e Ariel. O primeiro, um Ookie, uma raça de monstros humanoides superfortes e hostis e pouco inteligentes, dava cabo dos inimigos fortões que fossem demais até mesmo para o apetite de sangue do bárbaro. Ariel, por seu turno, era uma princesa da magia. Inteligente, poderosa e uma verdadeira diplomata em situações embaraçosas.

Esse trio vivia em um planeta Terra pós-apocalíptico, onde monstros, magos, duendes e lagartos gigantes habitavam. O mais engraçado é que o planeta era um brejo, mas sempre tinha um louco muito poderoso disposto a tudo para tentar dominá-la. Era nesse momento que aparecia o Thundarr, um bárbaro que foi escravo, um rebelde, disposto a lutar pela liberdade das tribos medíocres que sofriam a opressão.

Realmente a inocência do enredo era muito grande e o tema era repetido o tempo todo. Um dia era um mago tentando dominar a Terra, no outro uma uma turba de guerreiros, no outro um sanduíche de pepino, e assim ia a história.

Esses itens absurdos e outros elementos de fantasia faziam com que as crianças da minha idade, que tivessem vencido o preconceito inicial com o desenho, sonhassem em poder interagir com os personagens criando as próprias histórias em blocos de desenho ou com bonecos customizados. Nessa época eu sonhava com o lançamento de uma linha de bonecos do Thundarr, com seus amigos e inimigos. Boatos nós espalhávamos e eu ia para cama imaginado como seria a espada de luz do boneco. Quanta saudade!

Há algum tempo, acerca de uns sete anos, uma empresa (Toynami) interessou-se por produzir figuras de ação de alguns personagens da Hanna Barbera, dentre os quais estava o do Thundarr. Eu não tive opção se não a correr e adquirir a primeira figura que me passou pelas mãos.

Sabem de uma coisa? Após anos de espera, valeu muito a pena. O boneco é muito bem feito, como vocês podem perceber pelas fotos, muito bem articulado e extremamente bem caracterizado. Ah sim, a espada do sol, ela é um show a parte. O faixo de luz pode ser retirado e o punho pode ser colocado no bracelete do boneco, exatamente como nos desenhos.

Sobre o boneco, pintura e escultura são maravilhosas. O mesmo se pode dizer das articulações, que estão no pescoço (em bola), nos ombros (em bola), nos cotovelos, pulso (em bola), cintura, pernas (em bola), joelhos e tornozelos.

Apesar de a filmagem não ser das melhores, no link abaixo que leva ao YouTube está a apresentação do personagem e das suas características.

Da mesma forma, vídeos com a abertura do desenho e até alguns episódios podem ser encontrados.

Era esse o ouro que eu queria compartilhar. Espero que todos tenham apreciado e que continuem a visitar esse espaço nosso.

Boa noite e, []´s a todos.

A Espada-do-Sol está "desligada" e guardada no bracelete

Close - Notem que o colar do personagem tem um cordão. Muito perfeito.

Personagem na cartela

Da esquerda para a direita: Ookla, Thundarr e Ariel.

 

Uma resposta to “Thandarr o Bárbaro”

  1. olá,

    é a primeira vez q visito seu blog , gostei miuto, tambem aprecio action figures, mas no meu caso, eu gosto de por a mao na massa, literalmente, hehe eu trabalho com porcelana fria (biscuit) e costumo fabricar personagens variados (filmes desenhos etc) etretanto, meu formato favorito e o de miniatura, de 5 ate 15 cm, o tamanho maximo que ue gosto é o de gi joe, posso lhe mandar umas foto se se interessa, veja bem, não quero te empurrar nada, não é venda , só gostaria de me comunicar com outros q gostem de bonecos, como eu e vc,

    tu gosta de personagens de quadrinho não e, eu tambem, mas sou aficcionado por gi joe

    abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: