As Tartarugas Adolescentes Mutantes Ninja – TMNT:

De modo bastante simples e direto hoje falarei um pouco sobre uma pequena febre que atingiu muitos afixionados quadrinhos e por desenhos animados nos saudosos idos da década de 80. 
Falo das Tartarugas Adolescentes Mutantes Ninja (Teenage
 Mutant Ninja Turttle, no original), Tartarugas Ninja ou, simplesmente, TMNT
Sobre a origem dessas personagens 
peculiares, quabrando um pouco a nossa tradição, não direi nada. Não por pura maldade ou preguiça, mas sim por entender que seria uma redundância falar sobre algo ainda tão vivo na nossa memória, ainda mais se considerarmos o lançamento do filme em animação 3D em 2007 e os zilhões de jogos de video game que já se encarregaram desta tarefa. Apesar disso, não me omitirei de falar sobre a personalidade original das personagens, até mesmo porque, quando foram concebidas elas não eram tão simpáticas e engraçadas quanto hoje nos parecem.
Lembro muito bem que pouco depois de serem exibidos os primeiros episódios do desenho das Tartarugas Ninja (aqueles em que o Michel
angelo falava – “Santa tartaruga!”.) na TV Globo, a editora Record fez propaganda em algumas de suas revistas do lançamento da HQ das heroínas de carapaça, mencionando no anúncio que elas era “sanguinárias“…Não entendi muito bem do que se tratava, já que no desenho elas não eram violentas e muito menos sanguinárias. Mesmo assim, movido pela curiosidade, percorri meio mundo até encontrar o raio da revista anunciada. 
Era uma edição especial, em um formato gigantesco e mal colorizado, mas que realmente retratava as Tartarugas de um modo diferente do que eu conhecia. Elas já tinham seus traços distintivos (não tão evidentes como hoje, mas tinham) e realmente eram, pasmem, agressivas e violentas. 

Lembro, por exemplo, de uma cena em que o Raphael é descoberto por dois ninjas do Foot clã, e aí começa a ação: O protagonista e os seus inimigos saltam de encontro para o ataque e, como pano de fundo, há o pesamento da tartaruga, escrito com evidente inspiração na escola de drama “wolverinesca“. As palavras dispensam maiores comentários sobre a cena: 
Nós saltamos! 
Nossos corpos se tocam no ar… 
Eu caio em pé. 
Eles não.” 
Lembro também que este foi apenas um dos muitos momentos de violência cliché que a revista trouxe. Não preciso dizer que eu devorei a revista em pouquíssimo tempo. Ela era maravilhosa, ainda mais com o banho se sangue que ela trazia consigo. 
O que era difícil de aceitar bem era a sensação de estranhamento que eu sentia por estar gostando das histórias mais maduras, dos personagens mais sarcásticos e do modo mais sombrio que a ação se desenrolava. As personagens das histórias em quadrinhos em nada se pareciam com as do desenho animado, apesar de serem as mesmas.
Na verdade parecia que as tartarugas das HQ’s eram a imagem invertida das do desenho.  E eu no meio disso tudo sem entender o porquê das diferenças gritantes de temperamento. Foi em meio a esta confusão que um amigo meu me chamou a atenção para o texto escrito na contracapa da revista das TMNT. Nela havia um reportagem com os seus criadores, que sem muita pompa e nem rodeios disseram que a concepção do universo das tartarugas foi concebido em um toalha de papel em uma mesa de bar. Eles estavam bebendo, conversando e rabiscando e, eis que nasce uma grande idéia.

Por isso, a revista tinha esse ar alternativo, bem garage, bem underground. Ocorre que não há purismo no mundo. Toda grande idéia mais cedo ou mais tarde acaba sucumbindo ao sistema e se corrompendo. O desenho animado com a sua “Santa Tartaruga!” é o melhor exemplo dessa verdade.
Para a sorte dos que gostam de beber da fonte, a Neca lançou uma linha de bonecos das tartarugas inspirada nos desenhos dos quadrinhos, com armas e articulações espetaculares.
Deixo a foto para que os amigos aproveitem.
Fico por aqui e um [] a todos. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: