Demolidor, o homem sem medo:

Boa noite caros amigos!
Acredito que todos nós tenhamos um personagem que, quando éramos crianças, nos pegou pela mão e nos mostrou o mundo das HQ`s. No meu caso, esse personagem foi um advogado cego que aspirava justiça acima de tudo.

Digo isso porque escolhi a revista Grandes Aventuras Marvel, por um motivo muito pragmático à época… não existia outra revista que não fosse essa na banca de jornais próxima à casa de praia na qual eu estava passando as minhas férias de verão. Pois bem, comprada a bendita revista, eu a deixei de lado assim que entrei no meu quarto, porque histórias de heróis não me apeteciam nem um pouco e eu a tinha comprado mais por compulsão do que por vontade de ler.

No dia seguinte, na praia, estava eu como todo bom nerd, debaixo da barraca, quando ouvi uns uns caras mais velhos falando justamente sobre a revista que eu havia comprado no dia anterior. Eles diziam que aquela revista tinha sido a melhor de todos os tempos, que tinha um tal de “Volverine” que tinha umas garras de “metal” que tudo nela era muito legal. A empolgação desses garotos falando da revista aguçou de tal modo a minha curiosidade que eu tive que voltar para casa correndo. Deixei meus pais e tios na praia e voltei andando na frente.

Quando cheguei, percebi que não tinha sido nenhum exagero dos garotos, que a revista era mesmo muito boa e que revistas de herói não eram tão chatas afinal de contas. Entretanto, após me entreter por mais ou menos meia hora com a leitura da revista inteira, descobri que o personagem mais legal não era o tal de Wolverine com as suas garras de adamantium , mas sim um outro, um tal de Demolidor, que se pegou com o carcaju do começo ao fim de história ao tentando proteger dele um mutante assassino de mutantes.

A idéia de um ceguinho como combatente do crime, confesso, me soou meio ridícula no começo, mas depois de ler umas cinco páginas, o cara já havia se tornado o meu herói.

Achei muito interessante a idéia de um cara que ficou cego quando criança (quer dizer, ele teve o gostinho de saber como é enxergar e depois perdeu esse sentido), de ter o acidente que lhe tirou a visão, super dimensionado os seus outros sentidos, de ele ser um ninja altamente treinado e especializado, sair às ruas combatendo o crime. Ocorre que a minha maior fascinação não adveio das façanhas do Demônio, mas sim da pessoa que ele é. Matt Murdock, seu alter ego, é um advogado cego, um idealista. Uma pessoa que nunca se importou de levar a pior para ser o melhor. Na época eu não saberia dizer ao certo o motivo do meu encantamento. Hoje no entento a coisa é um pouco diferente.

Diferente do Bruce Wayne, que também teve uma história pessoal bem trágica, Matt Murdock não deixou sua aspiração por justiça passar de um determinado ponto. Enquanto o Batman ficou mais sombrio e violento com o passar dos anos, o Demolidor permaneceu o mesmo. A Justiça conformou, moldou, a sua alma. Ele é aquilo que faz e inflige aquilo que o bandido merece. Em outras palavras, ele é um idealista mesmo enquanto vigilante. Com o Batman as coisas são diferentes. Para mim, Bruce Wayne é a máscara e morcego a verdadeira identidade.

O Demolidor, mesmo enquanto Demônio, não deixou de ser um advogado, uma pessoa com noção concreta do certo e do errado.

Outro dia, ao reler a minha Primeira HQ de heróis, verifiquei que a impressão que inicialmente havia se formado na minha cabeça sobre o personagem não estava errada. Muito pelo contrário.

Engraçado pensar que escrevi isso tudo para apresentar o Demolidor e contar a todos um pouco do fascínio que ele ainda exerce sobre mim.

Com o filme em todas as locadoras seria uma tolice minha descrever a história do personagem, ainda que de maneira sucinta. Basta dizer que, apesar de existirem algums exageros e diferenças étnicas, o filme é bem fiel a sua fonte.

A figura do Demolidor que compõe a minha coleção é a versão regular da série Face off da velha e boa Marvel Legends, que vem com um Wilson Fisck gigantesco à tira colo. Apenas por desencargo de consciência, vou postar dentre as imagens escolhidas uma ou duas com os inimigos lado-a-lado.

Sobre a confecção do boneco, ele está muito bem esculpido e pintado com tons de vermelho diferentes, de modo a dar maior realismo a figura.
Diferente do Demolidor lançado em um 4-pack (Urban Heroes) pela Marvel, esta figura tem na sua escultura a textura da roupa sobre a pele. Além disso, forma adicionados outros vários pontos de articulação, tais como nas mãos e tornozelos.

Não é exagero algum dizer que essa figura de ação é a mais perfeita que foi feita deste personagem até hoje. Por esta razão aconselho que caso algum dos amigos tenha a oportunidade de adquirir um, que não desperdice a chance.

Fico por aqui, e agradeço aos leitores pela visita sempre tão gentil.

Um forte [] a todos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: